O dia internacional da observação lunar será no dia 20 de outubro esse ano. Procure por clubes de astronomia e centros de ciência que estejam festejando a visualização da lua nesta data!

 

Em 20 de Outubro, a lua crescente irá surgir no fim da tarde e irá se pôr antes do amanhecer. A luz do Sol revelará a maior parte da superfície lunar e a Lua estará visível durante toda a noite. Você poderá observar as características da Lua a olho nu ou com a ajuda de equipamentos.

 

Seguem algumas das características da Lua que você talvez observe na noite de 20 de outubro:

 

  • Sinus Iridum – tradução em latim para “Baía dos Arco-Íris” – é um meio-círculo visível ao lado oeste da Lua, próximo à linha que divide a parte iluminada e escura. Outra característica é o conjunto de montanhas conhecido como “Jura Mountains”, posicionado ao limite oeste. Será possível observá-los durante o início da manhã.

  • Ao sul de Sinus Iridum você consegue ver uma ampla planície conhecida como Mare Imbrium. Do latim, Mare significa Oceano e essa característica tem este nome devido à antigos astrônomos que se equivocaram ao pensar que observavam um mar na superfície lunar. Devido à Lua estar se aproximando de sua fase cheia, as grandes crateras Copernicus e Tycho estarão também em evidência.

  • Copernicus possui diâmetro de 93 quilômetros. Apesar dos raios da cratera do impacto serem muito mais visíveis durante a fase cheia, você ainda conseguirá observá-los no dia 20 de outubro. Tycho, por outro lado, fica em um campo de crateras próximo ao limite visível ao sul da Lua e possui um diâmetro de 85 quilômetros. Porém, seu sistema de raios abrange mais de 1500 quilômetros!

 

E se você for um bom observador no dia 20 de outubro, conseguirá também conferir todos os seis pontos de alunissagem da missão Apollo!

 

Além da Lua, seremos capazes de observar duas chuvas de meteoros neste mês: a Orionidas e ao sul a Tauridas. Apesar de possuírem baixa taxa de meteoros, ambas estarão visíveis na mesma parte do céu.

 

O pico das Orionidas é no dia 21 de outubro, mas esse evento será visível dos dias 16 à 30 de outubro. Comece a observar próximo às 22h00 e o fenômeno acontecerá até às 05h00. Devido ao brilho da Lua, você poderá ver somente de cinco à dez meteoros de fraca intensidade por hora.

 

Caso você veja um meteoro mais lento e brilhante, este pertence às Tauridas. Essa chuva de meteoros acontece próximo à constelação do Touro e estará ativa entre os dias 10 de setembro até 20 de novembro. Desta forma você poderá ver tanto um meteoro mais lento das Tauridas como um mais ligeiro das Orionidas cortando os céus neste mês. Se você for sortudo, conseguirá ver até cinco meteoros das Tauridas por hora em seu pico, no dia 10 de outubro.

 

Você poderá também acompanhar um grande alinhamento de planetas brilhantes em outubro, com Júpiter, Saturno e Marte, alinhados logo acima da Lua, novamente neste mês. E os mais matutinos, serão capazes de acompanhar Vênus pouco antes do amanhecer.

 

Você pode descobrir mais sobre a Noite Internacional de Observação da Lua em https://moon.nasa.gov/observe.

 

Legenda: esta imagem mostra algumas possíveis características se você observar mais atenciosamente a Lua. As estrelas apontam onde foram os seis pontos de alunissagem da missão Apollo. Créditos: NASA/GSFC/Universidade do estado do Arizona (modificada pela NASA/JPL-Caltech)

 

Please reload

Our Recent Posts

Observando a Lua e além: O cinquentenário da Apollo 11.

July 1, 2019

Clube e IFSP irão realizar 1º Torneio Regional de Foguetes

June 28, 2019

Junho, o mês do Asteroide.

May 31, 2019

1/1
Please reload

Tags

CONTATO

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© 2018 Clube Centauri - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Izabela Almeida.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now