Observando a Lua e além: O cinquentenário da Apollo 11.

Saturno estará em oposição neste mês com seus belos anéis e suas misteriosas Luas, gerando grande destaque para futuros observadores. A nossa Lua passa saliente por ele no meio do mês, exatamente no cinquentenário da Apollo 11!

 

Saturno estará em oposição no dia 9 de julho, emergindo a leste, conforme o Sol se põe a oeste. E estará visível durante toda a noite, perpassando logo acima do dorso (próximo à estrela Albaldah) da constelação de Sagitário. O planeta não reflete tanto a luz do Sol quanto Júpiter (logo não é tão “brilhante” quanto), que estará nos arredores da constelação de Escorpião. Contudo ambos gigantes gasosos são facilmente os objetos mais “brilhantes” nas constelações que irão se encontrar. A Lua cheia passa muito próxima ao planeta dos anéis na noite do dia 15 para o dia 16. Daqui da América do Sul, veremos a Lua passando por Saturno e ocultando-o em seguida. Válido observar a rapidez com que a Lua se move em relação a Saturno ao longo da noite e denotar suas posições a cada meia hora através de esboços ou fotos.

 

Enquanto observa a dança entre Saturno e a Lua pela manhã do dia 16 de julho, é possível também contemplar os cinquenta anos do lançamento da missão Apollo 11! No dia 16 de junho de 1969, a Apollo 11 decolava do Cabo Canaveral na Flórida em direção a uma jornada de quase 400 mil quilômetros, missão que foi possível graças ao poderoso foguete Saturno V – que ainda é considerado o foguete mais poderoso já lançado! Após alguns dias, em 20 de julho de 1969, às 10:56 da noite (23:56 no horário de Brasília), Neil Armstrong e Buzz Aldrin pousaram em superfície lunar e se tornaram as primeiras pessoas a caminhar na Lua! Os astronautas estabeleceram seus equipamentos incluindo um coletor de ventos solares, um espelho refletor para aterrissagem e um sismômetro (detector de abalos sísmicos), além de coletar quase 22kg de amostras de rochas e do solo lunar. Após passarem pouco menos de um dia na superfície de nosso satélite natural, a dupla decolou para o Módulo Orbital de Comando Columbia, pilotado por Michael Collins. Alguns dias depois, em 25 de julho, os três astronautas desceram a salvo no oceano Pacífico.

Você pode acompanhar a linha do tempo da missão Apollo 11 com maiores detalhes no site: bit.ly/TimelineApollo11 e buscar mais sobre a história e ciência no Nasa’s Apollo History Site: bit.ly/ApolloNASA.

 

Você já quis ver a bandeira deixada na Lua pelos astronautas da missão Apollo? Já que nenhum telescópio na Terra é poderosos o suficiente para ver qualquer item deixado nos campos de pouso lunares, é possível saber o quão perto da bandeira é possível observar através do site: bit.ly/MoonFlag

 

 

Legenda: note os detalhes da Lua com a ajuda deste mapa, em que também indica os campos de pouso das missões Apollo. Para maiores informaões, visite: bit.ly/MoonHandout


 

Legenda: Telescópios da Terra não são capazes de observar nenhum equipamento deixado na Lua pela missão Apollo 11, entretanto as câmeras abordo do Módulo Orbital de Reconhecimento Lunar da NASA, sim. Este é o Tranquility Base visto a partir do módulo a apenas 24 quilômetros acima da superfície lunar. Detalhe para as legendas adicionadas pela equipe de imageamento da NASA. Para mais campos de pouso, visite: bit.ly/ApolloLRO

 

Para buscar mais informações das atuais e futuras missões da NASA, visite: nasa.gov


 

Please reload

Our Recent Posts

Observando a Lua e além: O cinquentenário da Apollo 11.

July 1, 2019

Clube e IFSP irão realizar 1º Torneio Regional de Foguetes

June 28, 2019

Junho, o mês do Asteroide.

May 31, 2019

1/1
Please reload

Tags

CONTATO

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© 2018 Clube Centauri - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Izabela Almeida.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now