• marcocenturion

Avistando os gatos na Primavera: Lince e Leão Menor

Por David Prosper

Traduzido por Fernando Soares

Revisado por Marco Centurion


Muitas constelações são brilhantes, grandes e facilmente visíveis. Outras podem ser surpreendentemente pequenas e fracas, mas com prática, mesmo esses desafiadores padrões de estrelas tornam-se fácil de distinguir. Um casal de constelações engraçadas e fracas podem ser encontrados entre as mais brilhantes estrelas da Ursa Maior, Leão e Gêmeos. Lince e Leão Menor, dois gatos selvagens caçando entre uma diversidade de constelações em forma de animais!


A constelação do Lince, uma espécie de gato selvagem, é visto como um padrão em ziguezague fraco e pode ser encontrado entre a Ursa Maior, Gêmeos e Auriga. Pegue o telescópio e tente localizar uma remota esfera do aglomerado globular NGC 2419. É tão distante comparada a outros aglomerados globulares, ambos (300.000 anos-luz do nosso Sistema Solar e do centro da Via-Láctea) pensava-se que este aglomerado talvez seja os restos de uma galáxia anã consumida pela nossa. Estudos adicionais a respeito de sua possível origem enevoaram o que era tido como certo, revelando duas populações distintas de estrelas residindo na NGC 2419¹, o que é incomum para aglomerados globulares normalmente homogêneos e marcando-o como um fascinante objeto para pesquisas futuras.


Leão Menor é um fraco e diminuto conjunto de estrelas. Seu”triângulo” é o mais perceptível apertado entre Leão e Ursa Maior. Leão Menor é o filhote do Leão, similar a Ursa Menor ser o filhote do Grande Urso da Ursa Maior. Enquanto abriga algumas galáxias interessantes que podem ser observadas de telescópios amadores sob seus escuros, talvez o mais intrigante objeto encontrado dentro dos limites de Leão Menor é Hanny’s Voorwerp². Acredita-se que esse incomum objeto do espaço profundo possivelmente seria um “eco de luz” de um quasar nas vizinhanças da galáxia IC 2497 que recentemente “desligou.” Foi encontrado por Hanny van Arkel, um professor holandês, através da sua participação no projeto de ciência cidadã³ Galaxy Zoo. Desde então alguns outros objetos mais intrigantes semelhantes a descoberta de Hanny’s têm sido encontrados, chamados de “Voorwerpjes.”


Lince e Leão Menor são relativamente constelações “novas”, pois ambos foram criados pelo astrônomo europeu Johannes Hevelius no final dos anos 1600. Algumas outras constelações nomeadas por Hevelius estão ainda oficialmente em uso: Canes Venatici, Lacerta, Sextans e Vulpecula⁴. E se seus olhos não fossem tão afiados como os de Johannes Hevelius - ou se o seu clima e a poluição luminosa tornassem a sua busca por estrelas muito fracas mais difícil do que agradável? Se você localizar o próximo Voorwerp participando em uma dos vários programas de ciências cidadã oferecidas pela NASA em science.nasa.gov/citizenscience! E claro, você pode encontrar as últimas atualizações, observações e objetos muito mais escuros e distantes em nasa.gov.



Mapa do céu nos entornos do Lince e Leão Menor. Perceba a prevalência de constelações de animais nessa região, formando um safari celestial. Caso tenha dificuldade de localizar as fracas estrelas do Leão Menor e do Lince não desista, elas são de fato desafiadoras! Hevelius até mesmo nomeou a constelação como uma referência a necessidade de ser ter uma boa visão para discernir as estrelas de brilho mais fraco, uma vez que supostamente é preciso ter olhos rápidos para enxergar um Lince! Céus mais escuros podem tornar a busca mais fácil; a poluição luminosa, até mesmo o brilho da Lua, podem ofuscar estrelas mais fracas de ambas as constelações. Enquanto você é capaz de ver a NGC 2419 com um telescópio, a Hanny's Voorwrp é muito pouco luminosa, mas sua localização está demarcada. Há ainda algumas constelações ainda mais fracas nessa região que foram omitidas pela claridade. Imagem criada com o uso do Stellarium.



Hanny's Voorwerp e a galaxia IC 2497 que avizinha, criado pelo Hubble. Créditos: NASA, ESA, W. Keel (Universidade do Alabama), e o Galaxy Zoo Team. Fonte: https://hubblesite.org/contents/news-releases/2011/news-2011-01.html


¹Novo Catálogo Geral de Nebulosas e Aglomerados de Estrelas (NGC) é um catálogo com cerca de 7840 objetos.

²Hanny's Voorwerp é um quasar, um objeto astronômico muito luminoso.

³Eventos coordenados em parceria com cientistas e pessoas comuns interessadas em Astronomia patrocinado pela NASA.

⁴Cães de Caça, Lagarto, Escudo, Sextante e Raposa respectivamente.


29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo