top of page

Será que estrelas próximas têm exoplanetas habitáveis? O Observatório de Raios-X Chandra da NASA espera descobrir isso!

Ao analisar a radiação emitida por estrelas, astrônomos esperam determinar a possibilidade de exoplanetas serem habitáveis.


Notícia

Por Stefanie Waldek

Traduzido por Marco Centurion


A busca por vida além da Terra continua firme. Astrônomos que utilizam o Observatório de Raios-X Chandra da NASA, assim como o XMM-Newton da Agência Espacial Europeia, estão contribuindo com novas pesquisas para essa caçada, e esperam estabelecer as bases para projetos futuros.


Os cientistas estão usando o Chandra para estudar a radiação emitida por estrelas próximas para determinar se um exoplaneta em sua órbita poderia ser habitável. Raios-X e luz ultravioleta, em níveis altos o suficiente, podem danificar a atmosfera de um exoplaneta, reduzindo a possibilidade de ele abrigar vida, pelo menos como a conhecemos.


"Sem caracterizar os raios-X de sua estrela hospedeira, estaríamos perdendo um elemento chave para saber se um planeta é realmente habitável ou não. Precisamos analisar o tipo de dose de raios-X que esses planetas estão recebendo."

disse a astrônoma Breanna Binder, da Universidade Politécnica Estadual da Califórnia, líder deste estudo sobre exoplanetas, em um comunicado.


Representação artística de uma estrela com um exoplaneta. (Crédito da imagem: NASA/CXC/M.Weiss)

Até agora, a equipe estudou 57 estrelas próximas, analisando o brilho e a energia de suas emissões de raios-X, bem como a rapidez com que essas emissões mudam devido a erupções estelares.


"Identificamos estrelas onde o ambiente de radiação X na zona habitável é semelhante ou até mesmo mais ameno do que aquele em que a Terra se formou. Essas condições podem desempenhar um papel fundamental na sustentação de uma atmosfera rica como a encontrada na Terra."

disse a cientista pesquisadora Sarah Peacock, da Universidade de Maryland, Condado de Baltimore, no comunicado.


Embora apenas algumas das 57 estrelas tenham exoplanetas habitáveis conhecidos, provavelmente existem muitos mais por aí, simplesmente ainda não os encontramos. Para contextualizar, descobrimos mais de 5.500 exoplanetas, mas há quase 10.000 outros candidatos em processo de avaliação. No fim das contas, provavelmente existem bilhões de exoplanetas somente na Via Láctea.


"Não sabemos quantos planetas semelhantes à Terra serão descobertos em imagens com a próxima geração de telescópios, mas sabemos que o tempo de observação neles será precioso e extremamente difícil de obter. Esses dados de raios-X estão ajudando a refinar e priorizar a lista de alvos e podem permitir que a primeira imagem de um planeta semelhante à Terra seja obtida mais rapidamente."

disse o astrobiólogo Edward Schwieterman, da Universidade da Califórnia em Riverside.



Artigo encontrado em space.com (originalmente publicado em 15/06/2024)


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page