• Marco Centurion

Verifique o quão limpo está o seu céu com Órion!

Atualizado: Jan 24

Por David Prosper

Traduzido por Marco Centurion e revisado por Ari Shinhe e Lucas Gomes


Você já se perguntou quantas estrelas podem ser vistas no céu noturno? Em um local perfeitamente escuro, livre de qualquer poluição luminosa, uma pessoa pode observar alguns milhares de estrelas no céu de uma vez! Infelizmente, a maioria das pessoas não curte os céus impecavelmente escuros. Conhecer o brilho do seu céu, poderá ajudar a navegar no céu noturno.


O brilho dos planetas e estrelas é medido em termos da magnitude aparente ou o quão brilhantes aparecem daqui da Terra. A gama das estrelas mais visíveis vão de 1ª à 6ª magnitude, com algumas sendo ainda mais brilhantes. Uma estrela de magnitude 1, aparenta ser 100 vezes mais brilhante do que uma estrela de magnitude 6. Poucas estrelas e planetas brilham mais que a 1ª magnitude, como Sirius, com magnitude de -1,46 ou Vênus que pode atingir -4 de magnitude! Planetas e estrelas muito brilhantes podem ser avistados de cidades com muita poluição luminosa. Contudo em céus perfeitamente obscurecidos, um observador é capaz de contemplar estrelas com um brilho tênue de 6,5 de magnitude. Tais condições são muito raras. Em boa parte do mundo, a luz humana polui drasticamente o que as pessoas conseguem ver durante à noite.


O limite de magnitude do céu é basicamente a medida da magnitude das estrelas com seu brilho mais débil que são possíveis quando perto do zênite. Desta forma, se a estrela mais fraca que você conseguir ver em seu quintal for de magnitude 5, então o limite de magnitude do céu será também 5. Fácil, né? Mas por que você iria querer saber o limite de magnitude do seu céu? Isso pode te ajudar em seus planos de observação! Por exemplo, caso você tenha um céu brilhante e seu limite de magnitude está em 3, acompanhar uma chuva de meteoros ou procurar por estrelas e objetos celestes de brilho fraco pode se tornar uma perda de tempo. Porém se seu céu noturno tem limite de 5, você será capaz de ver meteoros e a Via Láctea. Sabendo disso, você consegue medir a poluição luminosa em sua região e determinar se ela melhora ou piora com o tempo. E independente da localização, seja em seu quintal, sacada ou um parque escuro, a poluição luminosa é uma preocupação de todos observadores de estrelas!


Como você pode descobrir o limite de magnitude em sua região? Usando aplicativos de seu celular ou equipamentos adequados como um fotômetro (em inglês: Sky Quality Meter) ou também seus próprios olhos e um gráfico de brilho das constelações! O Night Sky Network oferece um mapa em formato de pizza gratuito para impressão chamado Dark Sky Wheel, contendo as estrelas da constelação de Órion em um lado e do Escorpião no outro. Basta acessar: bit.ly/darkskywheel. O mapa traz 6 fatias mostrando as estrelas da constelação, com as magnitudes de 1 a 6. Encontre a fatia que contém a estrela de mais fraco brilho que você puder ver em sua região e então você saberá o limite de magnitude do seu céu! Para maior precisão, use o mapa quando a constelação estiver bem acima de você, com bastante tempo após o por do Sol. Compare a diferença para quando a Lua estiver em fase cheia e nova. Antes de começar, fique por cerca de vinte minutos em ambiente escuro para que seus olhos se ajustem a baixa luminosidade para garantir melhor visualização. Luzes vermelhas podem ajudar a preservar a sua visão enquanto compara as estrelas em seu mapa impresso.


Você se divertiu? Contribua para a ciência com o programa mensal de observação do site Globe at Night (globeatnight.org) e acompanhe as últimas notícias científicas da NASA sobre as estrelas que você consegue e não consegue ver, em nasa.gov.



O mapa Dark Sky Wheel, com a constelação de Órion nos seis diferentes limites de magnitudes (à direita) e uma foto de Órion (à esquerda). Qual o limite de magnitude desta foto? Para a maior parte das localizações, Órion parece melhor nas noites de janeiro à março e de Escorpião de junho à agosto.



Este artigo é distribuído pelo NASA Night Sky Notes Network

O programa Night Sky Network apoia clubes de astronomia no mundo, dedicados à disseminação da astronomia. Visite o nightsky.jpl.nasa.gov para encontrar o clube mais próximo de você e muito mais!




87 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo