• Por David Prosper Traduzido por Marco Centurion

A tímida constelação de Cancer

Atualizado: Mai 4


Câncer o Carangueijo é uma constelação de brilho tênue, porém nela contém um dos aglomerados mais belos de fáceis de encontrar em nosso céu: O Aglomerado da Colméia. Cancer também possui um dos mais estudados exoplanetas: A Super-Terra 55Cancri e.

As estrelas turvas de Câncer são encontradas entre as brilhantes constelações de Gêmeos e Leão. Não se frustre caso não consiga encontrá-la de cara, uma vez que Câncer não é facilmente visível em áreas com poluição luminosa. Uma vez encontrada a constelação de Câncer, procure por seu objeto mais famoso no espaço profundo: O Aglomerado da Colméia! É um vasto aglomerado de estrelas jovens, cerca de três veze mais largo que nossa visão aparente da Lua no céu. A colmeia é visível a olho nu sob boas condições climáticas como uma fina mancha de nuvens, porém encantador se vista através de um binóculo ou telescópio. Este aglomerado foi um dos mais antigos objetos de espaço profundo já encontrados por antigos astrônomos e devido a isto a Colméia possui diversos nomes, entre eles Presépio, Manjedoura, M44, o Fantasma e Jishi qi. Observe-a em uma noite clara usando binóculos. Suas estrelas não parecem uma colmeia de abelhas? Ou você percebe algo diferente? Não há respostas erradas, já que este vasto aglomerado de estrelas intrigou a imaginação de observadores por milênios!

55 Cancri é um sistema binário de estrelas que está a cerca de 41 anos-luz de distância de nós e é dificilmente observado mesmo sob boas condições climáticas. Sua maior estrela é orbitada por pelo menos 5 planetas incluindo 55Candri e, (também conhecido como Janssen, em homenagem a um dos primeiros construtores de telescópios). Janssen é uma “Super-Terra”, um planeta rochoso 8 vezes o tamanho do nosso planeta que orbita sua estrela a cada 18 horas, tendo um dos mais curtos períodos de ano já conhecido! Janssen foi o primeiro exoplaneta a ter sua atmosfera analisada. Os telescópios espaciais Hubble e o recém-aposentado Spitzer confirmaram que o planeta quente é envolto por uma atmosfera de gás Hélio com traços de cianeto de hidrogênio, ou seja, um lugar pouco provável que haja vida, principalmente devido a sua superfície de rocha escaldante.

O catalogo de exoplanetas da NASA tem maiores detalhes sobre este e outros exoplanetas no site bit.ly/nasa55cancrie.

Concepção artística do 55 Cancri e orbitando sua estrela. Encontre maiores detalhes sobre os resultados do Telescópio Espacial Spitzer sobre sua atmosfera em: bit.ly/spitzer55cancrie e das observações do Telescópio Espacial Hubble em bit.ly/hubble55cancrie. Crédito: NASA/JPL-Caltech

Como os astrônomos encontram planetas em torno de outros sistemas de estrelas? O Night Sky Network possui uma atividade chamada “How We Find Planets” (Como encontramos planetas) que auxilia a demonstrar ambos os métodos, seja por trânsito planetário ou detecção por espectroscopia que pode ser acessado em: bit.ly/findplanets. Notavelmente, o 55 Cancri e foi encontrado através da espectroscopia em 2004 e então o método de trânsito confirmou seu período orbital em 2011!

Procure por Câncer entre a “Foice” ou “Ponto de Interrogação” de Leão e as gêmeas brilhantes de Gêmeos. Não é possível ver o planeta em torno de 55 Cancri, mas se o céu estiver escuro o suficiente, você poderá ver a estrela! Consegue ver o Aglomerado da Colméila?

Este artigo é distribuído pelo NASA Night Sky Notes Network. O programa Night Sky Network apoia clubes de astronomia no mundo, dedicados à disseminação da astronomia.

Visite o nightsky.jpl.nasa.org para encontrar clube em sua região e mais!

#Cancer #Aglomerados #estrelas #M44 #Colméia #Hubble #SuperTerra #NASA

138 visualizações

CONTATO

© 2018 Clube Centauri - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Izabela Almeida.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram