top of page

Novo foguete reutilizável da China se destaca em testes de motor

Novo motor de alta propulsão alimentará os foguetes do país para missões tripuladas à lua.


Notícia

Por Andrew Jones

Traduzido por Marco Centurion



Um teste de motor foi realizado em 14 de abril na Academia de Tecnologia de Propulsão Aeroespacial (AAPT) na província de Shaanxi, na China. (Crédito da imagem: CCTV+)

A China apresentou progresso no desenvolvimento de um poderoso motor de foguete para  impulsionar seus novos foguetes reutilizáveis. Um motor reutilizável de querosene e oxigênio líquido com 130 toneladas de potência passou com sucesso por testes estáticos consecutivos de ignição em solo no dia 14 de abril. Isso significa que o motor, crucial para o desenvolvimento dos novos foguetes reutilizáveis chineses, agora passou por 15 testes, 30 ignições e mais de 3.900 segundos (65 minutos)  de teste de fogo intenso cumulativo, segundo o Global Times.


Os testes foram realizados perto de Xi'an, na província de Shaanxi, no norte da China, pela Academia de Tecnologia de Propulsão Aeroespacial (AAPT) da Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China (CASC), uma gigante empresa estatal e principal contratante espacial do país.


O motor, que se baseia no motor YF-100 desenvolvido para e utilizado nos foguetes Long March 5, 6, 7 e 8 da China, possui capacidade de múltiplas ignições e empuxo variável.


"A característica chave do motor reutilizável é a segurança e confiabilidade, que podem atender aos requisitos relevantes. Realizamos diversos testes principalmente para descobrir o estado do motor nestes testes"

disse Zhou Xianqi, pesquisador da AAPT, à CCTV.



Um teste de motor foi realizado em 14 de abril na Academia de Tecnologia de Propulsão Aeroespacial (AAPT) na província de Shaanxi, na China. (Crédito da imagem: CCTV+)

O novo motor deverá alimentar o Longa Marcha 10: um novo foguete para voos espaciais com humanos, incluindo futuras missões tripuladas à lua. Um primeiro voo de teste do foguete pode ocorrer já no próximo ano, e, portanto, o mais recente marco de teste é um grande avanço para os planos da China, incluindo colocar seus taikonautas na lua antes de 2030.


O motor de impulso variável e reiniciável permitirá que os foguetes Long March controlem seu retorno à Terra e sua descida em solo. Mas, ao invés de usar pernas de pouso como faz o Falcon 9 da SpaceX, os estágios iniciais do foguete serão capturados por uma grade de fios constritores.


Artigo encontrado em space.com (originalmente publicado em 22/04/2024)

Commentaires


bottom of page